fbpx skip to Main Content
Entrevista Michelle

Entrevista com Michelle Garcia, Learning and Development Manager, da Learning Tribes

Conte-nos um pouco sobre sua jornada profissional e suas responsabilidades atuais na Learning Tribes:

Eu sou responsável pelo Learning & Development, nos EUA. Eu iniciei minha carreira na Mandarin Oriental, em Miami, antes de dar uma diferente direção na minha carreira – o que eu chamo de pausa da sorte – e me tornar consultora de treinamento profissional, especializada nos setores de hotelaria e varejista de luxo. Então, eu sempre tive uma noção de serviço e “excelência”.

E agora mais do que nunca com o “millennial mindset”, as start-ups e o rompimento digital, nós temos a oportunidade de construir algo a partir de praticamente nada além dessa curiosidade irritante. Eu estou amando isso! Com a Learning Tribes, nós estamos inovando e estabelecendo programas de treinamento que visam os representantes dessa geração de uber-empreendedores que tem uma grande variedade de oportunidades. Eles não acreditam que devem ficar em uma empresa se eles não querem isso. Além de fornecer-lhes Treinamento & Desenvolvimento, nós devemos estabelecer laços que os façam querer ficar.

 

O treinamento básico é cada vez mais importante. O que você considera as chaves de seu sucesso?

Quando o MOOC se tornou popular por volta de 2012, eu achei a ideia que as universidades tiveram absolutamente fascinante: romper os limites de acesso ao conteúdo das maiores universidades, tornando-o disponível a todos os internautas e tudo isso de maneira lúdica e colaborativa! A segunda coisa que me atrai mais é o desafio de adaptar as novas tecnologias (realidade virtual, inteligência artificial…) ao mundo do treinamento, a fim de proporcionar às pessoas o treinamento mais eficiente possível e de colocar o engajamento dos alunos no centro dos métodos de formação.

 

Como você definira a inteligência artificial, cada vez mais citada em sua área?

Bem, você precisa criar uma boa impressão imediatamente. Você só tem uma janela muito pequena na qual você pode integrar um novo colaborador e estabelecer um vínculo duradouro. É por isso que os primeiros dois ou três dias são cruciais para determinar se o colaborador será capaz de criar uma relação emocional positiva com o trabalho ou não. Fornecer uma recepção calorosa é absolutamente crítico para que as pessoas sintam que estão sendo tratadas como indivíduos e não somente um grupo participando de um curso de integração.

Nós temos que ver nossos alunos como clientes para quem estamos vendendo nossos valores e ideias. Eles têm que comprar a ideia. Se eles o fizerem, irão querer promover isso por eles mesmos. É um investimento recíproco e deve ser uma parceria ganha-ganha para todos. Nós estamos constantemente tentando tornar a jornada dos nossos clientes mais suave. Então, nós devemos fazer o mesmo para nossos alunos, aproveitando nossos aplicativos de TI e plataformas. Falamos sobre a experiência do usuário para uma tecnologia e experiência do cliente para um serviço, então precisamos começar a falar em termos de experiência do aluno.

 

Quais são os objetivos específicos do treinamento básico e como você os atinge?

Há poucas coisas mais inquietantes do que começar um novo trabalho. Passamos de uma situação de completo controle na nossa posição anterior para ser um “novato” em uma empresa. Treinamento deve fornecer um passo a passo, um guia facilmente compreensível para ser operacional e nos colocar em uma situação onde tenhamos ganhos rápidos. Essa primeira vitória é a chave para dar as pessoas confiança e o desejo de continuar em um emprego.

Treinamento básico visa performance. Conhecimento não é um fim em si só, mas um meio para que nossos alunos melhorem seu desempenho. Ao amarrar cada um dos conhecimentos a uma ação concreta, você observa o impacto e os aprimoramentos na forma como as pessoas trabalham.

Consequentemente, o treinamento básico significa, em primeiro lugar, cuidar dos alunos desde o primeiro dia e mostrar-lhes o quão importante eles são. Deve criar uma experiência de aprendizagem real que crie um vínculo duradouro entre o aprendiz e a empresa.

 

Como seria o seu treinamento ideal? Qual treinamento você gostaria de receber?

O meu treinamento ideal aconteceria 24 horas por dia e não seria uma sessão limitada. O treinamento envolve novos encontros e aprender algo diferente o tempo todo. Isso poderia envolver simplesmente olhar algo e, em seguida, deixar ser levado para algo mais por curiosidade. O aprendizado está acontecendo em todos os lugares, o tempo todo. Então, o treinamento ideal para mim seria treinamento que nunca para.

 

Para finalizar, como as perguntas para os famosos – qual a sua palavra favorita?

Hmmm…. Eu diria curiosidade. Para buscar constantemente novas experiências e se maravilhar com o mundo em que vivemos. E sendo curiosos, fazemos com que os outros também sintam curiosidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top